top of page

7 Passos para Assegurar que Modifica o que Quer e que Fica Lá!

1) Autoconsciência

2) Responsabilidade

3) Poder Pessoal

4) Ter Alguém com Método

5) Acção

6) Projecto de Vida

7) Consistência


1) Autoconsciência

O nível de autorresponsabilidade é diretamente congruente com o nível de autoconsciência. Responsabilidade é a habilidade para responder.


Tomamos da vida o que permitimos. Deve estar claro para si onde está, o que quer e o que vai desencadear.


Quando temos uma percepção nítida de quem somos, de onde estamos e o queremos, sabemos mais facilmente o quanto estamos a ser responsáveis pela nossa qualidade de vida e bem-estar.


Está a ser quem quer ser, quem pode ser, está a fazer por onde?


Está a fazer o que é verdadeiramente indispensável, o que necessita ou não?


Só pode modificar o que crê e acredita que pode ser alterado. Está a fazer por si o que só você pode fazer ou está à espera que alguém o faça por si?


Direccionar-se para dentro, interpretar e compreender em que área da sua vida deve agir e incrementar, optimizar.


Acolher a realidade ou a sua realidade e mudá-la, transformá-la a seu favor é com certeza uma boa ideia.


Vá em frente com coragem e autocompaixão, dê esse passo só você o pode dar.


2) Responsabilidade

Você é o único(a) responsável pela sua vida.


Assumir a responsabilidade não é, contudo, uma tarefa fácil porque isso quer dizer assumir o ónus, a culpa, ser penalizado e/ou penalizar-se, dai resulta que as pessoas ignoram ou branqueiam as situações e por isso surgem as desculpas e a mentira.


Por exemplo quando alguém lhe pergunta: Está tudo bem? E você está de rastos, mas diz que está tudo bem e não faz nada para sair de lá.


Eu não concordo que eventualmente minta a outras pessoas, não recomendo, não recomendo, não é por ai, mas até posso compreender, mas há um género de mentira que não pode acontecer, é quando mente a si próprio(a), não faça isso, isso não pode acontecer.

Para que os seus resultados evoluam vai ser necessário parar de culpar as outras pessoas ou a si próprio(a).


O que diz e faz, é congruente?


O poder de controlar a sua vida passa por assumir-se e assumir a responsabilidade das suas decisões, sair da sua zona de conforto, que até pode ser um local agradável, mas não é lá que concretiza objetivos, nem acontece a mudança.


A mudança pode ocorrer pela dor ou pelo prazer e o nosso maior nível de responsabilidade, é precisamente transformar essa dor em prazer, entusiasmo, divertimento.


O que perco senão agir?


O que ganho se agir?


Foi você que se colocou onde está, se está bem continue, se não está bem pode sair de lá.


3) Poder Pessoal

Poder pessoal é a utilização mais consciente de recursos internos, da totalidade da mente. Poder pessoal é ser capaz de saber o que está certo, fazer o que está certo, de fazer o que tem que ser feito.

Porque o grande atributo para a grandeza, o grande atributo para a liderança não é ser líder, é estar na liderança, é ser líder da sua própria vida, é ser o que aparenta ser, isto é poder pessoal.

Está no comando?


É líder da sua vida?

É ser alguém que está sempre disposto(a) a evoluir, a crescer.

É um processo contínuo de optimização, de busca de resultados não é um acto isolado.

É por isso que há 26 anos invisto de forma consistente no meu desenvolvimento pessoal.

Quem não investe em si mesmo, não procura verdadeiramente destacar-se, não vai conseguir, provavelmente sente-se travado(a), pode mais, não é? Mas é isso que tem? Porquê?

- Porque uma pessoa ou uma empresa para crescer investe parte do que ganha em si mesma?

- Quanto investe mensalmente no seu conhecimento e no seu potencial?

- Quanto mais ou quanto melhor devia investir para ter desempenhos extraordinários?

- Qual é o próximo investimento que vai fazer para chegar onde deseja?


Milton Erickson dizia que para uma pessoa se curar precisamos de colocá-la em contacto com os seus recursos, com o que existe de melhor dentro de si.

Você tem poder pessoal, pode, é, não estar a exerce-lo na sua vida!

4) Ter Alguém com Método

Qual é o seu próximo passo?


Poupar tempo? Poupar Dinheiro? E ter resultados?

O que pretende é desenvolvimento e transformação?

Ir para outro nível do seu desenvolvimento pessoal?

Ir para o próximo nível do seu desenvolvimento humano?

Você entra em acção e afasta-se do que deseja, cria uma ruptura com sonhos, desejos, objectivos, lazer, carreira, relacionamentos, família…

O que tiver que fazer deve ser harmonioso para si. Talvez seja necessário comunicar-se melhor, relacionar-se melhor, definir metas e alcançar objectivos.


Provavelmente tem que rever o seu comportamento, a sua mentalidade, a sua atitude, o seu nível de inteligência emocional e outras competências.

Talvez deva ser mais resiliente, confiante, capaz de aprender a de aprender com a adversidade,

por isso necessita de capacidade de adaptação e de desenvolvimento, mas isto acontece principalmente quando somos obrigados, e não tem que ser assim.


A mudança deve realizar-se num estado de prazer, entusiasmo e divertimento e não quando está de joelhos, com um diagnóstico terrível ou num estado lastimável...

O que está à espera?

Que fique travado(a), que não saia do lugar onde está, que a situação se torne insustentável em termos pessoais, profissionais, relacionamentos?


Antes de entrarmos no 5° Passo, é importante referir alguns aspectos determinadores.

As competências abrem portas e os comportamentos são os vilões que fecham portas profissionais, pessoais, relacionamentos e oportunidades.

Está tudo muito rápido e as pessoas não se conseguem adaptar a tantas mudanças, tão rápido, não existe essa capacidade. Temos capacidade de evolução mas não somos máquinas, somos seres humanos, isso significa que muito provavelmente não conseguirá o que pretende sozinho(a).

Não estou a falar de uma opção mas de uma necessidade, de sobrevivência e/ou continuar a crescer. Todos nós temos um mundo interno e externo e por isso é necessário trabalhar: Mentalidade, atitude, comportamento, gestão emocional, dedicação, competências. E são precisamente estas dificuldades, entre outras, que causam muitas vezes sentimentos que não são bons porque já esgotou todas as possibilidades ou porque não sabe por onde ir.

O que tem que ser dito e é dito pouquíssimas vezes para a importância que tem é que apenas a abordagem comportamental não resolve a situação. De igual modo, apenas desenvolver

competências não chega para obter resultados, nem apenas a inteligência emocional, apesar de ser muito importante, de ser transversal, mas trabalhada sozinha não nos permite obter os resultados que deveriam ser obtidos.

Necessitamos juntar ao mesmo tempo, num mesmo processo, diversas tecnologias que nos permitam desenvolver e optimizar emoções, sentimentos, comportamentos, competências, inteligência emocional, crenças, valores, identidade, propósitos maiores, tudo isto ao mesmo tempo.

O que significa que a pessoa com quem vai para a acção consigo deve e tem que dominar obviamente vários métodos, e não me parece que esse perfil seja de alguém que apresenta segredos, fórmulas mágicas e soluções colectivas, quando o seu caso seja o que for que está em causa é individual.


5) Acção

Tem ideias sensacionais mas não as executa?


Como vai ficar?


Sem acção não há mudança, alteração, transformação.


O que pode fazer?


Quais são as hipóteses?


Por favor, o que vou dizer a seguir, é com gentileza, mas não tenho como dizer de outra forma, e há coisas que devem ser ditas. Cenário 1: São pessoas com dificuldades de aprendizagem, é, o eu já sei. Vêm vídeos de 30 segundos, só procuram dicas, têm dificuldades de ler mais do que um parágrafo, e, por aí vai…

Vivem na superficialidade, distorcem, generalizam. São os donos ou donas da razão. Vivem na tentativa e erro, consomem dinheiro, carreira, amizades, família, minam tudo. É praticamente impossível viver com alguém desta forma. Sabem tudo.

Porque é que eu sei isto? Porque já fui assim. Por vezes parece-me que é uma quantidade enorme de pessoas que vivem desta forma, desconfiam delas próprias, não têm capacidade de aprender. Não sabem qual é o caminho a seguir. A maioria faz isto há anos.

Obviamente que não é este o caminho, qualquer pessoa percebe isto, naturalmente. As pessoas não querem fazer isto, não têm orgulho disso, mas fazem.

Eu já vivi no cenário 1, já tive o padrão de pensamento 1, acabei com relacionamentos e com a minha carreira muito promissora. A minha vida mudou quando percebi que não podia continuar. Foi nesse momento que comecei a andar em linha recta ou com menos curvas.


Sempre existe uma forma mais adequada, mais rápida, mais barata, mais harmoniosa e mais estratégica de fazermos as coisas.

Então, qual é a hipótese que escolhe?


Está na dúvida ainda?

6) Projecto de Vida

Faz a sua higiene física, lava o corpo, lava os dentes, todos os dias?

E a sua higiene mental faz todos os dias?


Na linha do passo anterior, o 5º, Acção, o que quer e planeou apenas será atingido se entrar em ação, já imaginou se entrasse em acção no seu Projecto de Vida, não é algo que se faz de hoje para amanhã, é algo que necessita ser definido e que passa a fazer parte de si.


Um projeto de vida pode abranger diferentes áreas da vida, como carreira, relacionamentos, saúde física e emocional, desenvolvimento pessoal, espiritualidade, finanças e contribuição para a sociedade.


Se existem projetos de vida cuidar do que se passa dentro da sua mente é indiscutivelmente um deles. Nós somos donos das nossas vidas, o cérebro é seu faça com ele o que quiser.


Esteja aberto(a) a ajustar seu projeto de vida à medida que o tempo passa, as circunstâncias mudam e ganha novas perspectivas. A vida é dinâmica, e é importante estar disposto a rever e adaptar o seu projeto de vida ao longo do tempo.


Quando não conseguir mudar o mundo, lembre-se que pode mudar a maneira como percebe esse mundo. Quando não conseguir mudar o seu caminho, mude a sua forma de caminhar.


Um projeto de vida pode ser uma ferramenta poderosa para definir o seu propósito e direção na

vida. Fornece uma estrutura para tomar decisões conscientes, cultivar o seu crescimento pessoal e alcançar uma vida significativa e satisfatória.

Isso pode evitar que se sinta perdido ou tome decisões impulsivas que possam não ser benéficas para o seu bem-estar geral.


Vejo muitas pessoas completamente estacionadas na sua zona de conforto. Se existe magia ela está na sua dedicação e em mudar de perspectiva que contribui para o seu bem-estar e felicidade.


Qual é o seu projecto de vida?


Torne-se no seu projecto de vida, senão consegue sozinho(a) procure ajuda.


7) Consistência

A consistência é decisiva por vários motivos, ajuda a construir confiança, credibilidade, eficiência e progresso.


É realmente uma característica bastante valorizada em várias áreas da vida.


Na linha do passo anterior, o 6º Projecto de Vida e do 5º Passo Acção, o que quer e planeou apenas será atingido se entrar em ação de forma adequada, continuada, regular e consistente. Tem congruência no que diz e faz?


Fazer um dia, uma semana, um mês, isso qualquer pessoa faz, os resultados estão à vista.


Reconheça que existirão desafios e contratempos ao longo do caminho. Consistência não significa perfeição.


Se você tiver um dia mau ou um momento em que não foi tão consistente quanto gostaria, não se castigue, mas retome o que pretende no dia seguinte. O importante é manter-se consistente ao longo do tempo.


Pode ser um bom momento para relembrar uma palavra: Responsabilidade, significa a habilidade de responder. Na verdade, recebemos da vida o que toleramos.


Existem muitas coisas que sabe e existem muitas coisas que nem sabe que sabe. E também existem muitas coisas que não sabe e necessita saber, sobretudo actualmente em que o conhecimento nunca foi tão provisório. O que lhe parece que acontece a quem não continua a crescer?


Quer resultados regulares e duradouros, mas não mantem a consistência das suas acções, atitude, compromisso, disciplina, dedicação, foco e método?

Reconheça e celebre as suas conquistas. Isso ajudará a manter a motivação e a reforçar a importância da sua consistência.


Comemore o que vai alcançando, mesmo que seja pequeno.


Lembre-se que a consistência é um hábito que requer prática e esforço contínuos.


À medida que você se esforça para ser mais consistente, seja agradável consigo mesmo(a) e esteja disposto a aprender e ajustar o seu processo ao longo do caminho.


Se não está bem ou quer algo mais peça ajuda, encontre ajuda, fale com alguém, envolva-se num contexto de coaching ou terapêutico.

A Programação Neurolinguística, a Hipnose e o Coaching ajudam-no(a) a ser mais consciente, responsável e consistente.


Entre em contacto comigo para saber mais sobre o que eu faço por mensagem pessoal ou através do site: www.nunoguia.com e partilhe com quem tem necessidade.


Ao seu sucesso!


Vamos juntos, vemo-nos do outro lado.



Obrigado por ler este artigo, o seu comentário é bem-vindo.

Comments


bottom of page